CONTEÚDO DESTA PÁGINA
Neste Blog todos os interessados tem acesso total e gratuito sem necessidade de cadastro. Os alunos do Professor Roberto Morgado complementam o conteúdo ministrado em aulas presenciais/telepresenciais.

O BLOG é basicamente alimentado com:
*questões simuladas e de Exames da OAB acompanhadas das fotos das turmas presenciais do Professor Morgado;

*julgados, dicas, macetes, animações e vídeos(correções de exames, dicas, etc);
*links baixar arquivos produzidos pelo professor, tais como apostilas, normas legais, artigos jurídicos, simulados, provas anteriores, dicas (para impressão), etc.;

*Notícias e textos de interesse geral e/ou jurídico.

Peço aos visitantes que respondam a enquete. Caso queira , deixe comentários(podem ser anônimos) com sugestões, críticas e opiniões sobre o conteúdo e formato do BLOG.

Bons estudos a todos os visitantes, meus novos amigos-blogueiros!


Empresas onde atualmente (2013) ministra aulas presenciais e/ou on-line:

(ordem alfabética) ALCANCE concursos jurídicos, CASA DO CONCURSEIRO, CEJURIS, CONCURSO VIRTUAL,CURSO ESFERA, CURSOdeCONCURSOS, LEXUS cursos jurídicos, MAIOR APPROBATIONE, MASTER JURIS, OAB NA WEB, SIGNORELLI e SUPERPROFESSORES

(empresas onde já trabalhou)

CANAL DOS CONCURSOS, CEPAD-DAMÁSIO, CURSO FÓRUM, CURSO FRAGA, CURSO LUCIANO VIVEIROS, ESA-Conselho Seccional do Rio de Janeiro, GMX Preparatórios, IBMEC, UNIGRANRIO, UNIVERCIDADE e VOX JURIS

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

INCISO UM ou INCISO PRIMEIRO?


Quando se trata de artigos e parágrafos de leis, decretos, regulamentos e atos do gênero, usa-se o numeral ordinal de 1 a 9 (caso de um só dígito) e o cardinal de 10 em diante (isto é, a partir de dois dígitos).

Exemplos: Art. 1º (primeiro), § 2º (segundo), art. 19 (dezenove), § 10 (dez).

No caso de título, seção e inciso, que são escritos em algarismos romanos, e de capítulo - seja em algarismo romano ou arábico, como numa tese ou livro -, quando o numeral vem depois do substantivo faz-se a leitura em cardinal, como se houvesse a palavra ‘número’ entre eles: Título [nº] I (um), Sessão VIII (oito), inciso XII (doze), inciso III (três), Cap. IX (nove), capítulo [nº] 20 (vinte).

REPOSTAGEM DE 07/10/11

24 comentários:

  1. Muito bom professor, sempre confundia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço das palavras da Fabi, as minhas.

      Excluir
    2. Com o relator.

      Excluir
    3. Guilherme Fiori

      Excluir
    4. MEU NOME É IZABELLA ZANDAVALLE E EU FUMO CIGARRO

      Excluir
    5. QIHQHIQHIQHIQIHQIHQIHQHIQHI

      Excluir
    6. ke? UHAUSHSAUHSAUHSA

      Excluir
  2. Obrigado pelo esclarecimento.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelo esclarecimento.

    ResponderExcluir
  4. boa dica!! na faculdade nem sempre os professores se atentam para isso .

    ResponderExcluir
  5. grato pela explicação, tinha uma grande duvida neste assunto

    ResponderExcluir
  6. Show! Ontem, no Pretório Excelso, ficou claro que nem mesmo entre os membros daquela Colenda Corte há "uniformidade" na forma de leitura dos incisos. Enquanto o revisor mencionava corretamente, o Presidente estava equivocado.

    ResponderExcluir
  7. vejo muita gente falando errado mesmo, no entanto há de se corrigir que os parágrafos sempre serão em algarismos ordinais e não só até o 9º como foi explicado!

    ResponderExcluir
  8. parágrafo sempre é ordinal mesmo depois do 9°! O resto está totalmente correto!

    ResponderExcluir
  9. Tirei minha dúvida. Parabéns e obrigado, Professor!

    ResponderExcluir
  10. LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 26 DE FEVEREIRO DE 1998
    Art. 10, III: os parágrafos serão representados pelo sinal gráfico "§", seguido de numeração ordinal até o nono e cardinal a partir deste, utilizando-se, quando existente apenas um, a expressão "parágrafo único" por extenso;

    ResponderExcluir
  11. Gratíssimo pela explanação, porém, nesse caso, seção é com Ç.

    ResponderExcluir
  12. Bastante plausível a explicação ilustre Professor. Incomoda-me sobremaneira o fato de a grande maioria dos Professores pronunciarem (inciso primeiro, inciso oitavo, etc.). Deveriam atentar para isso e corrigir, haja vista estarem pronunciando de forma errônea.

    ResponderExcluir
  13. Grandes juristas, professores de direito, doutrinadores de renomada, ministros e outros confundem a gente até hoje.

    ResponderExcluir
  14. Esse blog é incrível.. Me salva várias vezes. ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir

SEU COMENTÁRIO É MUITO IMPORTANTE PARA MIM. A MANUTENÇÃO DESSA PÁGINA DEPENDE ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE DO NÚMERO DE COMENTÁRIOS POSTADOS POIS REPRESENTA O INTERESSE DOS BLOGUEIROS NOS ASSUNTOS ABORDADOS.